© 2019 - Ciclo Inteligência em E-commerce.
All rights reserved.

BLOG

Como aumentar a lucratividade do seu e-commerce

Flávio Beraldo

Por Flávio Beraldo

31 de janeiro de 2017

Em tempos de crise e aumento da concorrência, identificar formas de aumentar a lucratividade é essencial para manter a competitividade e sobrevivência em qualquer mercado.

Em uma pesquisa realizada pelo SEBRAE em conjunto com o E-commerce Brasil com mais de 800 lojas virtuais foram analisados os desempenhos dos e-commerces brasileiros, de acordo com porte e estrutura.

Apenas metade ou pouco mais que a metade, consegue manter suas operações de forma lucrativa. Entre as dificuldades estão: logística, marketing e tributação, entretanto, o conjunto dessas dificuldades, sem o planejamento contribui fortemente para que os resultados estejam abaixo do esperado pelo empresário.

Neste artigo apresentaremos alguns pontos chave que você que gerencia um e-commerce deve estar atento e melhorar junto a sua equipe.

Gestão de custos

Um dos fatores que influencia no momento de aumentar a lucratividade do e-commerce é ter o controle e a gestão de custos bem definidas. Um leve descuido é motivo suficiente para que ao final, os ganhos possam escorrer pelo ralo e possivelmente medidas mais amargas tenham que ser tomadas.

Procure ter mapeado todos os custos da sua empresa, isso influencia diretamente nos preços dos produtos e afetam a lucratividade do seu e-commerce. Controle os gastos fixos e variáveis para que mantenha seus preços competitivos e consiga assim aumentar a sua margem de lucro.

Para auxiliar nessa análise, procure ter um ERP que te ajude a enxergar onde estão seus maiores gastos. Um que você pode adotar é o ContaAzul que fornece relatórios sobre as porcentagens de gastos que possui a sua empresa.

Diversificação de canais de venda

Controle os custos e aumente a receita. Parece simples, mas é um grande desafio. Para aumentar as receitas do seu e-commerce, procure expandir seus canais de venda. Além da sua loja, a utilização de marketplaces ajuda a alcançar um novo público.

Hoje em dia a utilização das redes sociais e influenciadores contribuem para fortalecer a marca, dando maior escala e assim, aumentar as vendas do e-commerce. Em seu planejamento de marketing, analise sua persona e os principais canais para que possa atingi-la.

Clientes lucrativos

Mais analisado em negócios B2B, o perfil do cliente é fator importante para identificar o quão lucrativo pode ser ao longo do trajeto. Mas em e-commerces B2C, também não foge a regra, entretanto, aqui fica mais a preocupação em segmentar da melhor forma suas campanhas nas mídias sociais.

Ter bem segmentado suas campanhas, permite que você atinja melhor a sua persona, otimizando recursos do marketing e tendo maior chance de venda dos seus produtos. Se você tiver alguma dificuldade em definir suas personas, abaixo segue o link de um artigo que publicamos sobre elas e também deixo um White paper para que possa preencher de acordo com a sua definição.

http://blog.cicloagenciadigital.com.br/por-que-criar-personas-para-o-seu-negocio-digital/

WHITE PAPPER PERSONAS

Ciclo de vida dos produtos

Você conhece o ciclo de vida dos seus produtos? Elaboramos um conteúdo detalhado sobre isso que você pode conferir aqui.

Mas resumindo, é importante identificar em qual fase está o seu produto e o quanto ele está sendo lucrativo para a empresa. Se você estiver investindo recursos em um produto que já está em declínio, você está indo na contramão deste artigo, e a lucratividade está baixando cada vez mais.

Tenha um controle do seu estoque para conseguir identificar aqueles produtos mais rentáveis, onde você conseguirá dedicar maiores esforços, como também aqueles que já não estão mais em boa fase para descontinuá-los.

Procure otimizar os processos

Já mapeou os processos do seu e-commerce? Ter isso registrado irá permitir identificar possíveis falhas que possam atrapalhar a lucratividade do seu e-commerce. Pode ser um problema logístico, estoque ou atendimento que pode fazer com que se perca clientes e o faturamento possa ser afetado.

Do momento de comprar a mercadoria ou matéria-prima até a entrega do produto ao consumidor é uma longa jornada que você como gestor deve acompanhar e procurar melhorar cada fase e experiência para o seu cliente, isso pode render a satisfação e recomendação da sua loja.

Cross sell e Up sell

Ter estratégias de up selling e cross selling em seu e-commerce irá permitir que você aumente o faturamento sem necessariamente aumentar os investimentos em marketing. Para isso, conseguir identificar o perfil de cliente para oferecer o melhor produto é fundamental para ter êxito nessa ação.

Se você quiser conhecer um pouco mais sobre essa estratégia, elaboramos um artigo para que você possa entender melhor e saber como colocar em prática no seu e-commerce.

http://blog.cicloagenciadigital.com.br/up-selling-e-cross-selling-para-e-commerce-saiba-como-impulsionar-as-suas-vendas/

Negociação com fornecedores

Ter uma boa relação com seus fornecedores irá te ajudar em algum momento de dificuldade, como também permitir uma negociação que você consiga dar uma leve melhorada na sua margem de lucro.

Isso pode ser tanto na quantidade que você irá comprar, negociação de prazos, alguma exclusividade ou tempo de entrega. Estude formas de estreitar esse relacionamento e como você pode melhorar a margem dos seus produtos.

Fique atento aos descontos concedidos

Nos e-commerces é normal vermos descontos , frete grátis e outras “gratuidades” como forma de atrair mais clientes. Entretanto, é preciso cuidado para que essa ação não seja uma forma ilusória de aumentar o faturamento.

Cada produto do seu estoque está calculado uma margem e conceder gratuidades sem o menor planejamento pode lhe complicar no final do mês. Não utilize cupons de descontos com porcentagens fixas para todos os produtos ou até mesmo exagerando em frete grátis.

Há produtos que se vendem sozinhos, sem a necessidade de conceder benefícios extras. Por isso é importante ter o conhecimento do produto que vende e o histórico que ele apresenta. Procure demonstrar valor da sua marca ou invés de apelar fundamentalmente em descontos.

Investimentos em mídia

Entrando um pouco no próprio marketing digital, quando o e-commerce pensa em aumentar as vendas , logo o investimento em marketing e principalmente em mídia paga vem a mente. Entretanto, os gestores já começam a notar que os custos de compra de mídia estão se tornando cada vez mais custosos, devido ao aumento do CPC.

Com isso, os investimentos em SEO vem ganhando cada vez mais força como alternativa para baratear este custo e ter o retorno mais linear, mesmo sendo uma estratégia a médio e longo prazo.

Ter planejado bem os canais e formas de atingir o público de forma mais assertiva, faz com que aumentar a lucratividade seja um caminho menos obscuro. Caso queira conhecer mais formas de aumentar a receita através do marketing digital, elaboramos este conteúdo para conferir.

http://blog.cicloagenciadigital.com.br/marketing-digital-para-e-commerce/

Acompanhamento de métricas

Até aqui você basicamente identificou formas que possam ajudar tanto a reduzir os custos, como também aumentar a receita do seu e-commerce, contribuindo assim para o aumento da lucratividade.

Entretanto, todas essas ações devem ser acompanhadas, e a utilização das métricas ajudam a enxergar melhor o caminho que o e-commerce está seguindo e possibilitando realizar ajustes necessários para que ao final o resultado possa ser positivo.

Você pode se guiar por alguns KPI’s de negócios e marketing para ver se as ações tomadas estão surgindo efeito.

Leia também:

http://blog.cicloagenciadigital.com.br/indicadores-de-desempenho/

Leia também:

http://blog.cicloagenciadigital.com.br/metricas-e-kpis-de-seo-para-e-commerce/

Gostou desse conteúdo ou ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário