© 2019 - Ciclo Inteligência em E-commerce.
All rights reserved.

BLOG

Cross-Border: Seu e-commerce sem fronteiras para crescer

Flávio Beraldo

Por Flávio Beraldo

20 de abril de 2017

O processo de escambo ou vendas de produtos e serviços nas primeiras civilizações é algo que se iniciou em culturas com desenvolvimento agrário, crescendo através dos grandes impérios e navegadores como “Alexandre, o Grande”, seguindo até os dias de hoje no mundo empresarial.

Nos dias atuais, o modelo transacional de produtos e serviços se tornou mais complexo, mas ele é um fator muito importante para a globalização e desenvolvimento econômico. Um modelo de negócio que tem ganhado grande destaque nesse quesito é o e-commerce que vem possibilitando a comercialização de produtos em todos os cantos do mundo.

Se você possui uma loja virtual ou trabalha em uma, vale muito a pena continuar lendo esse artigo e entender um pouco mais sobre Cross-Border.

O que é Cross-Border?

No sentido ao pé da letra, o termo Cross-Border em português, significa transfronteiriço, algo que atravessa fronteiras ou que envolve mais de um país. Em resumo esse conceito é a exportação em si, lojas virtuais que fazem o Cross-Border realizam venda para outros países.

Geralmente os e-commerces que desejam realizar uma operação fora do país, deve seguir os seguintes modelos na hora de avaliar essa possibilidade:

  • Abrir uma nova unidade em outro país;
  • Fazer Cross-border;
  • Parceiros para revenda de produtos em outro país;

Cada modelo mencionado possui o seu risco e dificuldade. Na hora de avaliar as opções deve fazer um estudo aprofundado das opções.

Como fazer Cross-Border?

Antes de adotar a utilização desse modelo no seu e-commerce, é essencial que você tenha informações e pesquisas que constatem a viabilidade da operação e também que o processo da sua empresa esteja bem alinhado para suportar a possível demanda internacional, não só de compra, mas de atendimento, aspectos legais e etc.

Estude o mercado

É muito comum que os empreendedores e marqueteiros, enxerguem um oceano azul em uma determinada região do mundo que possua necessidades semelhantes com os seus clientes da sua região atual, mas nem sempre apenas a necessidade é um fator que garantirá o sucesso do seu produto no mercado, pois existem vários aspectos que devem ser considerados ao avaliar um mercado para o seu produto como comportamento, cultura, sazonalidades, dados demográficos, políticos, religiosos e etc. São fatores essenciais na hora de avaliar um mercado.

Um livro para você se inspirar e gerar grandes insights para avaliação de um determinado mercado é o Small Data de Martin Lindstrom.

Legislação do País

Quando estamos falando de outro país, existem fatores importantes que as empresas devem se atentar e a legislação que seu negócio deverá seguir como impostos, carga tributária, taxas e etc. Sabemos que o Brasil tem um cenário mais complicado, mas nada que nos demais países seja diferente, por isso esteja preparado para esses fatores.

Logística

O componente logístico é um fator essencial para lojas virtuais que buscam implementar uma operação Cross-Border, pois a diferenciação do negócio com os concorrentes terá como grande foco a velocidade de entrega e também boa gestão do estoque. Dois fatores fundamentais que você deverá se atender:

  • Preço do frete: Cada região do mundo possuirá taxas alfandegárias e impostos totalmente diferentes. Tanto para não prejudicar o seu cliente quanto a lucratividade da sua empresa, faça uma integração dos sistemas e o mais importante, na etapa do carrinho de compras, exponha o valor total com esses custos embutidos, isso fará com que sua taxa de conversão aumente e também seu cliente terá menos dor de cabeça quando o produto chegar. Já imaginou um produto chegando e seu cliente tendo que pagar uma taxa que nem imaginava que existia? Por isso dê uma boa experiência para ele.
  • Logística reversa: No nível nacional os e-commerces possuem grande dor de cabeça com esse tema, imagine a nível internacional. Por isso na hora de planejar sua operação logística ajuste os processos para que esse fator não te prejudique. Veja nesse artigo o que falamos sobre logística reversa.

http://blog.cicloagenciadigital.com.br/logistica-reversa-em-e-commerce/

Formas de pagamento

Os meios de pagamento influenciam muito na experiência de compra de qualquer comércio eletrônico. Ao oferecer uma grande gama de opções, você torna a vida do seu cliente mais fácil.

Quanto mais barreiras existem, menos conclusões de checkout você terá. Enquanto crédito e débito têm sido os métodos de pagamento dominantes para transações online, nem todo mundo tem um cartão de crédito ou quer usar um. Enquanto alguns clientes estão confortáveis ​​usando seus cartões de crédito ou débito, outros preferem pagar por outros métodos, seja devido à falta de acesso a um cartão, com preocupações de segurança e fraude ou simplesmente devido à conveniência.

Já se você não oferecer diversos métodos de pagamento, o risco de perder vendas em potencial é cada vez maior. Em uma pesquisa realizada pela YouGov, uma empresa de pesquisa de mercado Internet internacional descobriu que 50% das pessoas que fazem regularmente compras pela internet, cancelaria sua compra se o seu método preferido de pagamento não estivesse disponível. Além disso, mais de um terço (40%) dos participantes disseram que se sentiriam mais confortável de um varejista que oferece vários métodos de pagamento.

Organização da empresa

Em resumo podemos concluir que para obter bons resultados com Cross-border sua empresa deve estar com todo processo bem estruturado e que a viabilidade envolvendo aspectos de mercado e logísticos estejam de acordo com o planejamento estratégico da empresa.

O tamanho do e-commerce não influencia diretamente na adoção desse modelo operacional e sim se todos os fatores complementares apresentam projeções positivas.

Gostou desse artigo ou ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário