© 2019 - Ciclo Inteligência em E-commerce.
All rights reserved.

BLOG

Conteúdo-para-e-commerce

Utilizando o marketing de conteúdo para e-commerce

Flávio Beraldo

Por Flávio Beraldo

8 de novembro de 2016

Marketing de conteúdo para E-commerce funciona?

Vamos começar este artigo, acabando com esse mito de que marketing de conteúdo é somente para mercados B2B. Tire isso da sua mente, se pensa desta forma. Você verá o longo desse artigo que o marketing de conteúdo para e-commerce também funciona.

Marketing de conteúdo é fornecer conteúdo interessante e relevante para quem está lendo, para o seu cliente. É uma forma de iniciar e melhorar o relacionamento e assim, o cliente enxergar maior valor na sua marca.

Com essa definição, percebe-se que para mercados B2C, entreter e se relacionar com os clientes também é algo necessário, principalmente nos dia atuais, onde a cada dia há uma nova loja virtual, um novo concorrente querendo brigar por espaço no mercado.

Entretanto, não basta somente escrever. Deve ser feito de forma planejada para que se atinjam os resultados esperados. Sendo assim, daremos algumas dicas de como gerar conteúdo para sua loja virtual.

https://www.youtube.com/watch?v=qDQaxl59x20

Conheça seu público

Antes de produzir qualquer conteúdo, conheça para quem irá escrever. De nada adianta sair escrevendo, escrevendo e escrevendo para o público errado.

Faça uma pesquisa, seja na sua base de contatos, bate papo com atuais clientes ou um levantamento através de formulário de pesquisa. O importante é saber as necessidades, o que ela procura, seus interesses, ou seja, conhecer mais a fundo o destinatário da sua mensagem.

Sem realizar esse primeiro passo de forma correta, a estratégia como um todo ficará comprometida. Independente do canal a ser comunicado ou até mesmo outros pontos que abordaremos não surgirão efeito.

Para saber como montar uma persona, temos este conteúdo que poderá auxiliar.

Por que criar persona para o seu negócio.

Produção de conteúdo.

Agora que você montou a persona, está pronto para fornecer os conteúdos que mais interessam a ela. Mas você sabe pelo que ela se interessa?

Bom, através da pesquisa que tenha feito, isso lhe deu um norte para começar sua estratégia de marketing de conteúdo. Porém é interessante realizar uma pesquisa mais ampla, e a utilização de ferramentas de busca pode contribuir para isso.

Analisado o seu público, você realiza a pesquisa para ver o total de buscas na internet por determinado termo.

Através do Google Adwords, você consegue realizar essas buscas através de palavras-chave que estão em alta ou até mesmo com baixa concorrência.

A utilização de palavras-chave tanto em um conteúdo de blog ou até mesmo na própria loja irá ajudá-lo no posicionamento orgânico do site, o que aumentará a visibilidade e aumento de conversão em vendas.

Uso consciente das palavras-chave

Não abuse dessas palavras-chave, não torne o conteúdo sem nexo e que não cause interesse em quem está lendo. Procure desenvolver conteúdos que prendam a atenção do visitante e que o ajude em algo.

Vou dar um exemplo. Se você vende produtos Geek, você pode desenvolver conteúdos que interessem e engajem com esse público. Pode ser um conteúdo sobre curiosidades de determinada série, novidades sobre algum game ou filme, até mesmo vídeos gravados jogando algum game.

Em nenhum momento você vendeu, porém trouxe algo de valor para quem o acompanha e assim, ele se lembrará da sua marca como referência para comprar algum produto relacionado. Isso ajuda tanto na aquisição de novos clientes, como também a fidelização de quem já compra com você.

Compartilhe para mais pessoas.

Compartilhe nos demais canais, o que você produziu. Se você desenvolveu um conteúdo no blog com as principais curiosidades sobre a série, compartilhe nas redes sociais para que alcance mais pessoas e aumente a visibilidade da sua marca.

Se realizar alguma ação de co-marketing, não deixe de expor também. O importante é gerar valor para quem o acompanha e quem se interessa pelo seu produto.

Ações como essas ajudam a agregar valor à marca, pois você não está somente tacando produto em cima das pessoas, mas trazendo algo que eles gostam e possuem interesse. A venda, claro que é importante, mas ocorrerá de forma mais natural e com maior probabilidade de acontecer novamente, devido ao usuário enxergar em você, uma marca diferente das outras.

Gostou do conteúdo, compartilhe e deixe os comentários.