© 2019 - Ciclo Inteligência em E-commerce.
All rights reserved.

BLOG

plataformas-de-e-commerce

Plataformas de E-commerce

Flávio Beraldo

Por Flávio Beraldo

8 de setembro de 2016

Um dos momentos mais difíceis para alguns lojistas e gerentes de e-commerce é decidir qual plataforma utilizar, seja pelo pouco conhecimento sobre o assunto, pelos diferentes tipos de plataformas e suas funcionalidades disponíveis no mercado, ou, é claro, pelos custos envolvidos nesse processo.

Plataformas de E-commerce

Se você está exatamente nesta fase, não se preocupe. Vou te ajudar a ter uma boa visão sobre o assunto e também vou deixar algumas referências para fazer a diferença na sua escolha. Vamos lá!

https://www.youtube.com/watch?v=kbj-R_wIU8Q

Maturidade do Negócio

Antes de tudo, você precisa se perguntar:

“Em qual momento estou em meu negócio?”

planejamento de e-commerce

Saber responder esta pergunta é muito importante, pois é a partir dela que você poderá direcionar sua decisão para qual tipo plataforma utilizar em seu negócio.

Tipos de Plataformas

Atualmente, contamos com os seguintes tipos de plataformas de e-commerces no mercado: As plataformas Open Sources (Livre) e as Plataformas Alugadas (Modelo SAAS).

Mas qual é a diferença entre elas?

Plataforma Open Source

A vantagem das plataformas Open Source é a total liberdade e acesso ao código fonte do sistema, ou seja, neste modelo, você poderá desenvolver uma loja 100% do seu modo.

Não há custo sobre este tipo de plataforma, ela é inteiramente gratuita, mas, com relação ao setup de desenvolvimento, será necessário o apoio de programadores especializados havendo então o custo do profissional dedicado ao projeto.

Para adotar esta plataforma, é preciso ter em mente que alguns custos precisam ser considerados, como: hospedagem do projeto, certificado digital, implementação de módulos de pagamento e frete ou desenvolvimento de módulos customizados.

Plataforma Alugada (Modelo SAAS)

A grande vantagem do modelo SAAS é que, nele, você não precisa se preocupar com a tecnologia, podendo focar seu tempo 100% no seu negócio. Todas as etapas de hospedagem, instalação do sistema, integração com meios de pagamento e segurança digital, ficam por conta da empresa proprietária da plataforma.

Os custos envolvidos neste modelo são maiores na etapa inicial, onde será realizada a ativação da loja no servidor por parte do fornecedor, além da criação do layout e do desenvolvimento da programação web realizados por uma agência digital.

Existem custos fixos com o uso do SAAS, porém existem plataformas que cobram um percentual do faturamento da empresa e outras que cobram uma mensalidade fixa para manter uma equipe de suporte e uma infraestrutura de qualidade.

Vantagens

As vantagens de utilizar estas plataformas são os recursos oferecidos por elas. Dependendo de qual plataforma de e-commerce utilize, você poderá contar com recursos avançados que grandes marcas possuem.

Suporte

suporte para e-commerce

O suporte também é importante, pois, neste modelo, você tem um parceiro especializado em tecnologia que poderá oferecer um suporte de alto nível caso necessite.

Digamos que a loja esteja pronta e você inicie as campanhas de marketing digital, obviamente o número de acessos aumentará e, consequentemente, o fluxo de clientes, realizando as solicitações de compra.

Pensando nisto, é importante monitorar o desempenho da loja online, as quedas de servidor e a lentidão no carregamento da página, que pode causar alta taxa de desistência, prejudicando a experiência do cliente.

Portanto, poder contar com um time especializado para monitorar e garantir um excelente desempenho, não só contribui para que você não perca conversão em vendas como aumenta a sua credibilidade.

Integrações

Integração de módulos para e-commerce

Quando pensamos em uma plataforma de e-commerce, não podemos deixar de considerar a importância das integrações, gateways de pagamento, frete, marketplaces ou ERPs.

Por exemplo:

Digamos que você possua um ERP em sua loja física gerenciando todo o seu estoque e necessite realizar uma conexão com a loja online. Poder contar com uma plataforma que ofereça este nível de suporte e funcionalidade é fundamental para que seu e-commerce funcione perfeitamente e não tenha transtornos futuros em relação ao controle do estoque.

Que tal uma breve lista para facilitar?

Abaixo vou listar as plataformas de e-commerce:

Plataforma Open Source

Clique aqui e conheça o OpenCart

Clique aqui e conheça a Plataforma Magento

Plataforma Alugada (Modelo SAAS)

Clique aqui e conheça a F.bits

Clique aqui e conheça a ezcommerce

Plataformas Simples

Uma dica importante é que existem plataformas no modelo SAAS, as quais nós chamamos de plataformas de entrada, que são plataformas mais simples geralmente adquiridas por pequenos empreendedores ou lojistas com pouca experiência no ambiente online.

Os custos envolvidos são geralmente baixos, com mensalidades fixas, porém neste modelo, você terá a sua disposição alguns layouts pré-definidos. Caso não possua equipe ou recursos financeiros para iniciar um projeto mais complexo, você mesmo pode personalizar sua loja e ativá-la.

A única desvantagem de utilizar este modelo é com relação à limitação de funcionalidades e personalização, ou seja, por mais que você possua algum profissional de web com conhecimentos técnicos para ajudá-lo, haverá limitações para personalizar sua loja.

Plataformas Alugadas (Modelos Simples)

Clique aqui e conheça a Loja Integrada

Clique aqui e conheça a Tray

Caso queira verificar uma lista completa de plataformas, clique aqui!

Considerações Finais

Agora que você conheceu um pouco mais sobre as ferramentas disponíveis no mercado, voltamos à pergunta inicial:

“Em qual momento estou em meu negócio?”

Qual plataforma apresentada se encaixa melhor em seu modelo de negócio?

Se a ferramenta atende e está dentro das suas expectativas, basta implementá-la em seu negócio.

Gostou das dicas?

Deixe seu comentário abaixo, mais sugestões ou dúvidas, e nós responderemos o mais breve.

Um grande abraço!