© 2019 - Ciclo Inteligência em E-commerce.
All rights reserved.

BLOG

Táticas de SEO para lojas virtuais

Flávio Beraldo

Por Flávio Beraldo

15 de maio de 2017

O SEO e sua importância no dia-dia de um e-commerce. Caso não trabalhe ações de SEO posso afirmar que o seu e-commerce está perdendo muitas vendas.

O volume de tráfego orgânico (visitas) que sua loja pode receber dependendo do mercado em que atua, muitas vezes é enorme.

Para que você tenha uma ideia de como esta fonte de novos clientes é importante, já trabalhamos com e-commerces onde 60% do faturamento da empresa é devido ao posicionamento da loja nos motores de busca, como o Google.

Rankeamento orgânico e CTR

De uma forma simples e didática, e-commerces com posicionamento orgânico nas primeiras posições absorvem cerca 40% do tráfego para a loja.

Abaixo separamos um gráfico para que a sua visualização fique melhor.

Digamos que você esteja posicionado na primeira posição para o termo “comprar sofa” e este termo possua cerca de 20.000 buscas mês, se aplicarmos uma CTR de 45% como está sendo exibida no gráfico acima, teremos cerca de 9.000 visitas através deste único termo.

Se a sua estratégia de SEO for bem planejada, sua empresa deverá absorver um tráfego muito maior, pois existem diversos termos que podem conectar o cliente final ao seu produto.

Mas por que falamos tanto de tráfego?

A resposta é simples e direta, o tráfego (visitas) é essencial para que você consiga vender, levando em consideração que a taxa de conversão de um e-commerce no Brasil é em torno de 1.5%, você precisará de muito tráfego para fechar a conta.

Qual é o volume de tráfego ideal para um e-commerce?

Não há um volume de visitas pré-definido para uma loja virtual. Esta quantidade pode variar de acordo com o mercado que atue e o ticket médio dos seus produtos

Um e-commerce que trabalha com produtos na faixa de R$ 59,00 precisa de muito mais tráfego que um e-commerce que fornece um produto de R$ 900,00.

A taxa média de conversão em vendas de uma loja virtual é por volta de 1.5%, caso queria fazer uma projeção de visitas necessárias para atingir o faturamento desejado, indico que projete em um cenário menor, como 0.5%. Avaliar um cenário pessimista é essencial para que você possa se planejar com mais assertividade.

Saiba como medir os resultados de SEO em seu e-commerce, clique aqui.

Entender e definir suas personas

Um ponto fundamental que também está ligado as ações de SEO e muitas empresas acabam por não estruturarem é o entendimento aprofundado da persona.

Entender as características da persona que pretende atender é ter assertividade na comunicação e campanhas de marketing.

Quando trabalhamos o SEO para e-commerce, temos como objetivo posicionar as páginas com produtos que gerem o maior número de vendas possível, porém quando este visitante chega até a loja, ele terá uma experiência e esta experiência envolve tanto a parte visual, usabilidade quanto o conteúdo exposto.

Certificado SSL

Oferecer segurança ao usuário é um critério fundamental para um e-commerce. Algumas empresas também deixam de focar neste ponto, afetando diretamente sua relevância no buscador.

Um certificado SSL é essencial em sites como e-commerce, onde ocorre inserção de dados como CPF, RG, número de cartão de crédito e informações confidenciais que necessitam de segurança.

Conheça os principais selos de e-commerce, clique aqui.

Keywords

O levantamento de palavras chave é fundamental na análise de SEO. Com base no público alvo que deseja atingir e concorrência existente, precisamos posicionar as palavras chave corretamente.

Portanto, avaliar o volume de busca existente e nível de concorrência, te ajudará a inserir as palavras chave mais relevantes em seu E-commerce.

Descrições dos Produtos

O tráfego é ideal para que possamos realizar uma venda, mas nunca se esqueça da experiência do usuário na loja.

Forneça descrições claras e objetivas. As palavras chave também podem ser trabalhadas dentro das descrições da loja, isto fortalece ainda mais a relevância do seu site.

Sitemap

O sitemap é responsável por informar ao buscador toda a estrutura existente na loja, isto facilita que o buscador localize suas páginas e o informa sobre a hierarquia das páginas do site.

URL Amigável

O Google checa a URL de suas páginas, portanto é fundamental que utilize URLs amigáveis na loja.

O conteúdo interno é essencial para uma boa indexação, mas de nada adianta trabalhar o conteúdo e possuir uma URL não amigável, siga esta regra básica e tenha o melhor ganho possível.

Otimização de Imagens

Muita gente esquece, mas a otimização de imagens permite melhorar seu SEO e posicioná-lo entre quem buscar pelo produto em uma pesquisa por imagem. Muita gente quer ver se o resultado é o mesmo produto que estão pesquisando, e para o varejo eletrônico, as imagens se tornam fundamentais. Por isso, trabalhe sempre as keywords do produto em todos os nomes de fotos e ilustrações.

Marketing de Conteúdo

O marketing de conteúdo já faz parte da realidade de muitos e-commerces e isto ocorre porque trabalhar o marketing de conteúdo é acompanhar o cliente durante toda a sua jornada de compra.

Quando focamos em palavras chave diretamente ligadas ao produto, tais como “comprar sofá de couro”, estamos focando em um público que está na camada de consideração de compra.

Porém todo mercado possui um volume muito maior de pessoas que estão na camada de aprendizagem e descoberta. Podemos dizer que esta camada do nosso público são futuros clientes.

Sendo assim, o marketing de conteúdo tem como foco atrair ambos os perfis. Desde que sua estratégia esteja bem organizada, esta ação te ajudará a obter um maior número de tráfego possível e um ganho de novos clientes.

Saiba como utilizar o marketing de conteúdo em seu e-commerce, clique aqui.

Gostou deste conteúdo?

Compartilhe ou deixe seu comentário abaixo.

Um grande abraço.